Investimentos a longo prazo: a importância de pensar no futuro